Como emagrecer rápido e como reduzir a absorção de gordura?

Na semana passada falamos sobre emagrecer de forma saudável sem passar fome. Para aumentar gasto de energia, tente fazer caminhadas de pelo menos 45 min, 3 vezes por semana, pois esse é um dos melhores exercício físico para perder peso, mas faça também alguns exercícios de resistência como a musculação, para complementar treino.

Para finalizar, a dica mais importante: faça exercícios físicos, pode ser na sua própria casa, basta dedicar uns 30 minutinhos para realizar algumas atividades de contração muscular, isso irá ajudar bastante na locomoção do líquido em excesso do seu organismo para os rins que, posteriormente, sairá pela sua urina.

Esse processo também é conhecido pelo nome de reeducação alimentar e é a maior tendência das estratégias de emagrecimento dos últimos tempo, sendo referência para vários outros planos de perda de peso como os criadores da dieta dukan e do Inibium caps.

Cientistas na Stanford trabalharam com 609 adultos com sobrepeso, aleatoriamente atribuindo a eles uma dieta saudável com poucas quantidades de gordura ou uma dieta saudável com poucas quantidades de carboidratos, e então os reavaliaram um ano depois. enter image description here

Além de ser um exercício de baixo impacto que você pode fazer a qualquer momento e em qualquer lugar, caminhar pode ser um ótimo (se não melhor) jeito de perder peso quando comparado a treinos de alta intensidade e outros exercícios pesados, segundo a personal trainer Chris Freytag, dos EUA.

Como reduzir a absorção de gordura?

De acordo com o CEMES Centro Médico existem muitos suplementos nutricionais, que impedem que bloqueiam a absorção de gorduras, que nos ajudam a emagrecer, mas isso nós podemos fazê-lo de forma simples com a alimentação.

O segredo está em fibras solúveis e insolúveis, que podem ajudar a reduzir a absorção de gorduras e a retardar a absorção dos açúcares, ajudando a controlar o apetite. Ultimamente está dando muita importância a fibra como elemento nutricional benéfica e importante em dietas para perder peso, já que tem muitas propriedades que nos ajudam nesta tarefa. O segredo está em que a fibra, bem solúvel insolúvel, ajuda a controlar a passagem de nutrientes do intestino para o sangue. Este processo é fundamental na hora de emagrecer, já que a quantidade e qualidade de nutrientes passam para o sangue, depende, em grande medida, que não engordemos. Se controlar perfeitamente este processo orgânico, se poderiam reduzir em grande medida, as doenças relacionadas com os lipídios e açúcares, como a diabetes e as dislipidemias (alterações no metabolismo dos lípidos (gorduras).

Como intervêm as fibras na absorção de nutrientes? As fibras podem ser solúveis e insolúveis e cada uma delas tem efeitos diferentes em nosso organismo. A fibra solúvel: a este grupo pertencem o amido, beta-glucanas, a inulina e hemiceluloses, entre outros, que atuam sobre os açúcares simples e as gorduras combinando com elas e formando um conglomerado que passa do estômago para o intestino.

Uma vez no intestino, estimula a mucosa intestinal, fazendo com que se agilizem os movimentos água e os nutrientes e pela eliminação de parte das gorduras e açúcares, impedindo assim, que parte das mesmas passem para o sangue e, desta forma, reduzem o nível de glicose e gorduras que passam para o sangue, o que pode ser de grande ajuda para que nosso corpo reduza o seu próprio tecido adiposo para a obtenção de energia.

A fibra insolúvel: é formada por fibras vegetais que o organismo não é capaz de digerir e é representada em sua maior parte da celulose dos vegetais. Esta celulose, quando entra em contato com os açúcares e as gorduras, acelera o metabolismo para que estes nutrientes passem diretamente para o intestino, reduzindo sua absorção no estômago, fazendo com que se reduza a absorção dos mesmos. Passam para o intestino, onde se vão absorvendo mais lentamente. Além disso, produz uma espécie de efeito de varredura que ajuda a limpar o intestino e ajuda a combater a prisão de ventre.

Como tirar vantagem das fibras em nossa dieta? Sempre que fizeres hidratos de carbono simples (açúcares), gorduras, procura acompanhá-las com alimentos ricos em fibras como os cereais integrais, suplementos como Bio caps funciona, sementes e as frutas e produtos hortícolas, cruas e cozidas ao vapor. Assim conseguirá que estes nutrientes sejam eliminados sem digerir ajudando a emagrecer e a reduzir a gordura subcutânea, que te faz ter mais volume.

Treino para quem quer começar a correr e emagrecer

Este treino de corrida para iniciantes é composto de duas partes: na primeira, a planilha de quatro semanas a fará completar seus primeiros 5 km. Na segunda, o treino a deixará apta a finalizar os 10 km.Para nos ajudar, convidamos Mário Sérgio Andrade Silva, diretor técnico da Run & Fun (SP). Foi ele quem elaborou as planilhas que você seguirá nos próximos dois meses.

“O importante é correr sempre dentro da frequência cardíaca para que os resultados sejam mais eficazes”, recomenda Mário Sérgio. O treinamento também foi pensado para ser praticado tanto na rua (parques) quanto na esteira.

Por isso, não há desculpas. No entanto, para quem optar pela esteira, Mário Sérgio aconselha um rodízio entre os pisos. “Pelo menos uma vez na semana, a pessoa deve fazer um treino na rua para ir se adaptando às variações do terreno. Isso aumenta o que chamamos de propriocepção (consciência corporal) e fortalece os membros inferiores, evitando lesões.” Mas antes de sair calçando o tênis, lembre-se que é preciso passar por uma avaliação médica!

Calcule a frequência cardíaca máxima (FCM) Subtraia a idade de 220 batimentos por minuto (BPM) e multiplique o resultado pelas porcentagens indicadas em cada tipo de treino.

Exemplo de cálculo para uma pessoa de 25 anos: 220 – 25 = 195 x 0,50 (de 50%, que é o mínimo para a caminhada lenta) = 97 BPM

220 – 25 = 195 x 0,65 (de 65%, que é o máximo para a caminhada lenta) = 126 BPM

Avaliação clínica Antes de iniciar qualquer atividade física, é importante realizar alguns exames essenciais. Apenas o médico pode solicitar o check-up. O profissional de educação física não está habilitado para isso. Então, marque uma consulta com seu médico. Nabil Ghorayeb, cardiologista e responsável pelo Sport Check-Up do Hospital do Coração de São Paulo (HCor), fala sobre alguns exames que são solicitados nesse caso.

Eletrocardiogram: é o exame mais importante e o primeiro a ser pedido. Por ele é possível identificar alguma arritmia cardíaca ou problemas cardiovasculares mais graves

Hemograma completo: analisa os principais tipos de células sanguíneas, ou seja, glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas. O objetivo é diagnosticar algumas doenças, como anemia.

Teste de glicemia: este exame identifica o nível de açúcar no sangue e aponta uma possível doença, como a diabete.

Teste ergométrico: também conhecido como teste de esforço. É realizado sobre uma esteira em movimento e procura avaliar o comportamento cardíaco durante um esforço progressivo, verificando o grau de condicionamento físico da praticante.

Teste ergoespirométrico: este exame avalia, além do comportamento cardíaco, a parte respiratória. Ou seja, o ar espirado durante o teste progressivo de esforço fornece algumas informações sobre o comportamento funcional durante o exercício. Ele não é um exame essencial. Normalmente, só é pedido em casos em que a praticante precisa conhecer detalhes para melhorar o desempenho.

Rumo aos primeiros 5 km

Para começar a investir na corrida, prefira um treino de 5 km. Veja como o exercício funciona:

Rumo aos primeiros 10 km

Quando acabar de completar 4 semanas de 5 km, vá para os 10. A transição não é fácil, mas será estimulante. Afinal, você irá sentir os benefícios que a corrida traz ao corpo,como disposição, resistência, aumento da força e emagrecimento.

Dicas infalíveis para iniciar os treinos

Veja agora algumas das dicas que vão melhorar o desempenho nos treinos:

  • Inicie o treino sempre em intensidade leve e vá aumente a frequência gradativamente.

  • Utilize um monitor de frequência cardíaca para controlar o ritmo.

  • Use tênis e roupas apropriados para a prática esportiva.

  • Em caso de dor, aplique gelo no local. Se persistir, procure um médico.

  • Evite treinar nos horários muito quentes, como entre 12h e 14h.