O que é Gota e quais são as complicações da doença

 

O que é gota?

A gota é uma das doenças médicas mais citadas na história da humanidade. A gota é o resultado de uma anormalidade na capacidade do corpo de processar o ácido úrico.

O ácido úrico se acumula devido à ingestão excessiva de ácido úrico (de alimentos ricos como chocolate, frutos do mar ou vinho tinto) ou devido à incapacidade do corpo de processá-lo.

O ácido úrico então se cristaliza nas articulações - principalmente nos dedos dos pés, tornozelos, mãos e pulsos - causando a inflamação dolorosa de um ataque gotoso (artrite gotosa). Em casos graves, o aumento do ácido úrico pode causar cálculos renais e bloqueios do sistema de filtração renal (túbulos) e danos permanentes aos rins ou mesmo insuficiência renal.

Ter uma dieta para emagrecer e acabar com a gota é mais do que necessário!

Quem é afetado pela gota?

A gota é mais comum em homens do que em mulheres. Também é mais comum na vida adulta, com a maioria dos pacientes tendo ataques após os 50 anos. Se seus pais tiverem gota, você também terá um risco maior de ter gota.

Quais são os fatores de risco da gota?

Os fatores de risco para gota incluem:

  • Obesidade
  • Ganho de peso excessivo
  • Ingestão moderada a intensa de álcool
  • Pressão alta
  • Função renal anormal

Alguns medicamentos, como diuréticos (pílulas de água) e níveis baixos de hormônios tireoidianos, também podem ser fatores de risco para ataques de gotículas.

Quais são os sintomas da gota?

A grande articulação na base do dedão do pé (primeira articulação metatarsalfilângica) é o local mais comum para um ataque de gota; no entanto, qualquer outra articulação pode ser afetada. Mais comumente, outras articulações afetadas são os tornozelos, joelhos, punhos, dedos e cotovelos.

Pacientes com ataques de gota sofrem um rápido início de dor na articulação afetada, seguido por inchaço, vermelhidão e sensibilidade intensa. Alguns sentem uma dor tão intensa que até o leve toque de um lençol na articulação é insuportável. Esses ataques dolorosos podem durar de horas a vários dias. Em casos de inflamação crônica, o ataque pode durar semanas. Infelizmente, os pacientes com gota correm o risco de ataques repetidos de artrite gotosa.

Gota (dedão do pé)

A grande articulação na base do dedão do pé (primeira articulação metatarsalfilangiana) é o local mais comum para um ataque de gota, mas outras articulações comumente afetadas são os tornozelos, joelhos, punhos, dedos e cotovelos.

Gota (dedos)

Nódulos inflamados de tecido podem se formar na articulação com episódios repetidos de gota ou casos prolongados. Esses caroços são chamados de tofos.

Gota (cotovelo)

Algumas das articulações maiores do corpo têm um saco cheio de líquido ao seu redor que age como um amortecedor chamado bursa. A bursa também ajuda na mecânica de movimento da articulação. Se a gota causar inflamação e inchaço da bursa, é chamada de bursite.

Qual procedimento é usado para diagnosticar a artrite gotosa?

A gota geralmente é diagnosticada por um médico com base na localização da articulação inflamada e na história de ataques não traumáticos semelhantes de dor e inchaço. O teste mais confiável (mas nem sempre necessário) para confirmar a gota é a artrocentese. Artrocentes é um procedimento em que o fluido é retirado (aspirado) de uma articulação inflamada com uma agulha e seringa, usando uma técnica estéril e um anestésico local como a lidocaína. O fluido é enviado para um laboratório onde é analisado quanto à presença de cristais de ácido úrico.

Como a gota é diagnosticada?

O fluido retirado por uma artrocentese é analisado em um laboratório sob um microscópio para a presença de cristais de ácido úrico. A análise do fluido também pode descartar outras causas de inflamação, incluindo infecções bacterianas.

Qual a aparência dos cristais de ácido úrico?

Cristais de ácido úrico em forma de agulha são melhor visualizados com um microscópio.

Como os ataques de gota são evitados?

Ficar bem hidratado é a melhor maneira de prevenir ataques de gota. Beba muita água durante todo o dia. A hidratação adequada também diminui o risco de cálculos renais ou disfunção renal como resultado do acúmulo de ácido úrico.

Evite álcool ou beba apenas com moderação extrema se já teve ataques de gota no passado. O álcool afeta o metabolismo do ácido úrico no corpo e pode causar seu aumento (hiperuricemia). Se os níveis de ácido úrico se acumularem em seu sistema, isso pode precipitar um ataque de gota nas articulações.

Técnicas de prevenção adicionais

Alimentos ricos em purinas, como crustáceos ou carnes orgânicas (fígado, rins, cérebros, pães doces) podem causar ataques de gota. O corpo converte purinas em ácido úrico, que por sua vez leva a ataques de gota.

A redução de peso geral também é uma forma de evitar ataques de gota. Uma dieta baixa em gorduras e calorias, combinada com um regime regular de exercícios pode ajudar a diminuir a probabilidade de um ataque de gota.

Quais são os tratamentos médicos para a gota?

A gota é uma condição muito dolorosa. Analgésicos e medicamentos antiinflamatórios são a base do tratamento da gota. Antiinflamatórios não esteroidais (AINEs), colchicina (Colcrys) e corticosteroides são usados para diminuir a inflamação articular.

Outros medicamentos, como probenecida (que ajuda o corpo a excretar o excesso de ácido úrico) e alopurinol (Zyloprim, Aloprim), (que diminui a quantidade de ácido úrico formado pelo corpo) são usados para controlar o distúrbio metabólico subjacente que causa hiperuricemia e gota. Esses medicamentos diminuem os níveis elevados de ácido úrico no sangue.

O que o futuro reserva para a gota?

A pesquisa está em andamento para encontrar novas estratégias para prevenir a gota. Novos medicamentos estão sendo desenvolvidos para evitar que o corpo tenha altos níveis de ácido úrico e diminuir a probabilidade de um ataque de gota doloroso.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!